Notice: Undefined index: quiz_passing_score in /opt/bitnami/apps/wordpress/htdocs/wp-content/plugins/wplms-h5p-plugin/vibebp/class.init.php on line 55

Warning: Use of undefined constant WPLMS_API_NAMESPACE - assumed 'WPLMS_API_NAMESPACE' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /opt/bitnami/apps/wordpress/htdocs/wp-content/plugins/wplms-mycred-addon/vibebp/includes/class.init.php on line 166

Notice: Trying to access array offset on value of type null in /opt/bitnami/apps/wordpress/htdocs/wp-content/plugins/elementor/includes/base/controls-stack.php on line 1403

Notice: Trying to access array offset on value of type null in /opt/bitnami/apps/wordpress/htdocs/wp-content/plugins/elementor/includes/base/controls-stack.php on line 1405

Notice: Trying to access array offset on value of type null in /opt/bitnami/apps/wordpress/htdocs/wp-content/plugins/elementor/includes/base/controls-stack.php on line 1403

Notice: Trying to access array offset on value of type null in /opt/bitnami/apps/wordpress/htdocs/wp-content/plugins/elementor/includes/base/controls-stack.php on line 1405

Tensão pré menstrual (TPM) e a medicina chinesa

A síndrome pré-menstrual (SPM), também conhecida como tensão pré-menstrual (TPM), é um conjunto de sintomas físicos, emocionais e comportamentais, que apresentam relação temporal com o período pré-menstrual e com repetição a cada novo ciclo menstrual. Algumas mulheres referem início dos sintomas logo após a ovulação, ou seja, em torno de duas semanas antes da menstruação e que só aliviam com o início do fluxo menstrual.
Estudos têm demonstrado uma prevalência dos sintomas em torno de 80% com intensidade e duração muito variáveis de mulher para mulher. A Medicina Ocidental determina o tratamento da SPM com o uso de medicamentos como diuréticos, antidepressivos, e muitas vezes o uso de medicamentos hormonais.
Mais do que nunca a mulher moderna tem vivido um estilo de vida estressante (Yin do Rim e do Fígado enfraquecidos), alimentação inadequada (Baço-Pâncreas comprometido), além do uso de medicações, causando flutuações hormonais acentuando os problemas relacionados ao ciclo menstrual.
Além das propostas nas mudanças no estilo de vida, incluindo-se a prática de exercícios aeróbicos e modificações na dieta (derivados de leite e alimentos gordurosos leva a formação de mucosidade, se existe a estagnação do Qi do Fígado que leva ao Fogo, este se combina com o muco e se acumula no peito e mamas e obstruí os orifícios da Mente), a acupuntura tem sido uma abordagem terapêutica favorável.
Dentre as intervenções não-medicamentosas, segundo dados da Organização Mundial de Saúde a prática da acupuntura alivia em 92% dos sintomas a ela relacionadas sem recorrência por seis meses. Estudo sobre os efeitos e métodos de tratamento da acupuntura comprovou que de 2 a 4 sessões mostraram uma redução de 77,8% nos sintomas. Além disso, não houve diferença entre a fase lútea e as fases foliculares no resultado do tratamento, portanto, as sessões não precisam ser limitadas apenas à fase lútea.
Na abordagem da medicina chinesa a SPM pode ser causada pela estagnação do Qi do Fígado, Baço e Rim ou alterações de Rim e Baço. Os sinais e sintomas comumente observados são aumento do tamanho e da sensibilidade das mamas; inchaço nas pernas e, às vezes, no corpo todo, ganho de peso, dor de cabeça, cansaço, dor nas pernas, aumento do volume abdominal, acne; ansiedade; irritabilidade, depressão, mudanças de humor, depreciação da autoimagem e alteração do apetite.
No geral a mulher vive tipicamente um padrão de desarmonia de estagnação da energia do Fígado e o mais importante é estabelecer se a síndrome decorre de uma condição de Plenitude ou de Vazio.
Se a estagnação do Qi do Fígado surge de um problema emocional reprimido, é uma condição de Plenitude, já que a sobrecarga emocional (raiva, frustração, ressentimento) é o fator etiológico mais importante da SPM.
Já na SPM do tipo Vazio ocorrem alterações de Rim e Baço ou da associação das deficiências desses três Zang (BP, R, F) que leva ao quadro de deficiência de Xue (Sangue) do Fígado.
Independente dessas síndromes energéticas que se encontra a mulher é muito importante entender as quatro fases do ciclo menstrual, segundo a visão chinesa, pois baseados nelas podemos decidir o princípio de tratamento de acordo com a necessidade de cada mulher.
• Ovulação: deve-se evitar a estagnação de Sangue, o Sangue e o Yin enchem os Canais Chong Mai e Ren Mai gradualmente importante promover a ovulação nutrindo os Rins e usar pontos que beneficiam o fluxo de Qi e Sangue;
• Fase Lútea ou pré menstrual: o Yang sobe e o Qi do Fígado se movimenta para preparar o ciclo, a mobilização do Qi do Fígado é essencial para mover o Sangue durante o ciclo menstrual, necessário melhorar a condição Yang;
• Fase menstrual: pontos que estimulam a abertura do útero e livre fluxo de Qi e o Sangue do Fígado;
• Fase Folicular ou pós menstrual; devemos estimular o Yin e o Sangue, fase onde o Sangue e o Yin estão relativamente vazios e os Canais Chong Mai e Ren Mai estão exauridos.
Atualmente a síndrome de pré-menstrual é um desafio para os terapeutas. A síndrome compromete a qualidade da vida da mulher já que desencadeia diversos sintomas incapacitantes.
Mas trago a reflexão de Campligia na primeira parte do ciclo o movimento é Yang (mulher encontra-se cheia de energia, ativa e contente consigo), quando a mulher entra na segunda metade do ciclo (após a ovulação) o movimento que se faz necessário é o de recolhimento e introspecção. Começa então a luta interna da mulher de quem não quer deixar nada morrer, nada partir. Desse modo a energia no Fígado fica estagnada, surgindo os sintomas. Quando a mulher permite que o recolhimento e a pausa aconteçam a SPM é menor. Sentimentos e emoções agitam a mente, portanto se eu tiver uma mente tranqüila o movimento do Qi vai fluir de uma maneira mais tranqüila nos meridianos e vasos sanguíneos logo a possibilidade de eu não ter SPM é maior (Shen tranqüilo, Qi tranqüilo, pois o Coração é a casa do Espírito e é nutrido pelo sangue e o Coração também controla sangue e Vasos).

1. Campiglia, Helena. Domínio do Yin. Da fertilidade à Maternidade; a mulher e suas fases segundo a Medicina Tradicional Chinesa. 2 edição.
2. Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia. Tensão Pré-Menstrual. 2011.
3. Jang, Su Hee et al. “Efeitos e métodos de tratamento da acupuntura e fitoterapia para a síndrome pré-menstrual / transtorno disfórico pré-menstrual: revisão sistemática.” BMC medicina complementar e alternativa vol. 14 11. 10 de janeiro de 2014, doi: 10.1186 / 1472-6882-14-11
4. Maciocia G – Obstetrícia e ginecologia em medicina chinesa, São Paulo, Roca, 2000. 505-20. Roca, 1996.
5. Maia, Heloísa Barbosa; Bottcher, lara Belmudes. Tratamento da Síndrome de Tensão Pré-Menstrual por meio da acupuntura: uma revisão bibliográfica. Revista Uningá Review, [s.l.], v. 27, n. 2, ago. 2016.
6. Marván ML, Cortés-Iniestra S. Women’s beliefs about the prevalence of premenstrual syndrome and biases in recall of premenstrual changes. Health Psychol 2001;20:276-80.
7. Sadler C, Smith H, Hammond J, Bayly R, Borland S, Panay N, et al. Lifestyle factors, hormonal contraception, and premenstrual symptoms: the United Kingdom Southampton Women’s Survey. J Womens Health (Larchmt) 2010;19:391-6.

18/11/2020

0 responses on "Tensão pré menstrual (TPM) e a medicina chinesa"

Leave a Message

O seu endereço de e-mail não será publicado.